Reunião para formar um convivium Slow Food

Durante a segunda metade da tarde de sábado, ontem, dedicamos nosso tempo a conversar sobre a criação de um convivium Slow Food em Cananéia. Um convivium tem, dentre muitas tarefas, articular relações entre produtores de alimentos, divulgar e proteger alimentos tradicionais, realizar eventos de degustação e palestras, encorajar chefs e cozinheiros a utilizarem ingredientes regionais e, de uma forma geral, levar a educação do gosto às escolas e a toda comunidade em volta, cultivando o gosto ao prazer e à qualidade de vida no dia-a-dia e preservando a biodiversidade. convivium SlowEstiveram no primeiro encontro o casal Luigi e Alaíde, ele navegador, ela responsável pela Biblioteca Municipal de Cananéia e ex-produtores de queijos de cabra (além terem tido criação de cabras), Zacarias, do Rancho da Ostra, cultivador de ostras e morador da Reserva Extrativista do Mandira, Marina Vianna Ferreira, bióloga e membro do movimento há pelo menos 7 anos, uma das autoras do livro Cozinha Caiçara, Mirella e Manoela, do sítio Terra do Nunca, produtoras rural de produtos orgânicos, massas caseiras e queijos frescal, Roberto e Katia, membros do Slow há dois anos e donos do Lagamar EcoHotel, onde foi realizado o encontro. Heloísa, do Café da Villa, também convidada, não pode participar dessa vez, mas certamente virá na próxima, marcada para uma quarta-feira, especialmente para que possa trazer seu entusiasmo ao trabalho do convivium.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s